Logo

Cinco Marias Agência Digital

Google Ads: o que raios é o Índice de Qualidade e por que ele é tão importante?

Publicação: 14 de maio de 2020
Google Ads: o que raios é o Índice de Qualidade e por que ele é tão importante?

No nosso último post aqui no blog falamos sobre as Extensões de Anúncios e como elas podem ser uma ótima estratégia para melhorar o Índice de Qualidade da sua conta, tá lembrado? (Pega ratão pra ver quem leu o post!). Bom, prometemos explicar um pouco mais sobre, afinal, o que é o IQ (Índice de Qualidade) e por que ele pode, magicamente, fazer você pagar mais barato pelo clique. ESSE DIA CHEGOU. Sabemos que vocês estavam esperando ansiosamente por isso. Né? 🙂

Pois bem, antes de mais nada, para entender essa mágica, temos que entender como funciona o leilão do Google. Para determinar a classificação que o seu anúncio vai ter frente às demais empresas que também estão patrocinando as mesmas palavras-chave ou concorrendo pela mesma segmentação de público que você, o Google leva em consideração alguns fatores: o valor do lance, a qualidade dele no momento do leilão (o nosso querido IQ),  o contexto da pesquisa (como localização, dispositivo, horário e termos usados, outros anúncios e, resultados exibidos na página e outros sinais e atributos do usuário) e o impacto esperado das extensões e de outros formatos de anúncio

O cálculo que o Google faz a cada leilão (sim, cada vez que um usuário faz uma busca, ocorre um novo leilão!) é basicamente:

Classificação do Anúncio = Lance de CPC (Custo por Clique) X Índice de Qualidade (IQ).

Aqui já dá pra ter uma ideia um pouco mais clara da mágica, certo? Quanto maior for o seu IQ, menor precisará ser seu lance de CPC!

O Google tem um vídeo bem antigo, mas que continuamos amando, porque  ele mostra bem como funciona esse cálculo na prática! Vale muito dar uma olhadinha.

Bom, agora que já deu pra entender a importância do IQ para as suas campanhas, vamos aprofundar um pouquinho em quais fatores influenciam no IQ e, assim, como as suas campanhas poder sem melhoradas:

CTR (Taxa de Cliques): A CTR, ou Taxa de Cliques, é a divisão de cliques pelas impressões. Ou seja, se o seu anúncio teve 100 impressões e 10 cliques, sua CTR será de 10%. E por que esse fator é importante para o Google? Porque ele indica que o seu anúncio é interessante para as pessoas. Uma boa CTR é sinal de relevância! O seu anúncio está sendo mostrado dentro do contexto certo, para as pessoas certas. E isso é muito importante para o Google! E como você pode melhorar a sua CTR? Comece por dois pontos básicos: arredonde suas palavras-chave (revise bem, faça uma limpa, separe por grupos de anúncios, negative termos irrelevantes) e faça anúncios chamativos!

Relevância: como comentado no item anterior, essa é a base de tudo. Você PRECISA ser relevante para ter um bom posicionamento (pois isso garante ao Google que o seu usuário está tendo uma boa experiência no seu buscador!). Uma dica simples que ajuda muito nesse ponto: use a palavra-chave no seu texto de anúncio!

Experiência da Página de Destino: esse item leva em consideração três pontos: a relevância (olha ela aí de novo!) da sua página de destino, a transparência (conteúdo não enganoso, por exemplo) e a navegabilidade (sua página está lenta? Seu site tem versão mobile?).

Uma última dica extra: quer saber como está o IQ das suas palavras? Basta adicionar as colunas referentes ao Índice de Qualidade:

 

Capturar

 

Você pode selecionar para ver apenas o IQ, ou cada fator dele!

Uma conclusão importante disso tudo: por isso SEMPRE batemos na tecla que o HISTÓRICO é fundamental em uma campanha de performance! Essas métricas do IQ levam tempo para serem construídas e melhoradas. E como ficou claro, o próprio Google considera as taxas históricas da sua conta nessa composição! Portanto: sem pressa. Resultado é CONSTRUÇÃO. 😉

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *